3º Festival da Música Coariense — 1985

Neste post podemos observar como foi o 3º Festival da Música Coariense que aconteceu em 1985.

3º Festival da Música Coariense
LP de Evandro Moraes

Com uma música romântica que recorre para o bom senso das pessoas de verem que a solução está na paz e na destruição de fronteiras, Evandro Moraes ganhou o 3º Festival de Música Popular de Coari. Filho de Coari, Evandro é advogado, compositor, músico e um irreverente fã dos Beatles. O primeiro lugar neste festival com “Tributo a Lennon”, que vem reforçar sua adoração pelo grupo inglês. Evandro espera bons resultados do prêmio que ganhou: um compacto simples com duas músicas.

“Não sei se esse prêmio modificará minha vida fazendo eu deixar a advocacia e me dedicar somente à música. Tudo é apenas um começo e vamos deixar como está para ver como é que fica”. Evandro já participou outras vezes de concurso musicais. Quando era estudante do seminário de Belém ganhou o segundo lugar de um festival estudantil com a música “Bastião”, quando sentiu sua tendência para compor temas regionais.

Evandro inicia sua carreira com discos colocando mil cópias do Compacto “Tributo a Lennon”, que será vendido a Cr$ 30 mil. É meio difícil tentar imaginar um ex-seminarista que foi para o Rio Grande do Sul e lá cursou Letras, veio para Manaus, fez o curso de Direito e hoje, com 31 anos, mora em Coari e trabalha no Centro de Defesa dos Direitos Humanos. Pois é, com todo esse currículo que Evandro tenta conquistar o público amazonense. Às duas músicas que ele gravou neste primeiro trabalho comercial revelam a temática que seguirá de agora em diante: a defesa dos direitos humanos, em versos que falam dos problemas sociais.

O Festival da Música Coariense surgiu em 1984, sendo idealizado pela Universidade do Amazonas em parceria com a Prefeitura de Coari, que operacionalizou a realização do festival em 3 edições, sempre acontecendo na semana da pátria. O Festival da Música Coariense é anterior ao FECANI de Itacoatiara que iniciou um ano depois, em 1985.

Nas duas eliminatórias que envolveram todo o concurso, participaram 23 artistas e entre eles saíram os cinco finalistas. “Sentimos a importância deste concurso porque não foi apenas uma oportunidade de descoberta de novos valores, mas a possibilidade de ampliação da atuação da música regional. Com o prêmio de gravar um Compacto que terá mil cópias à venda, das quais 400 já foram vendidas em Coari, mais pessoas poderão conhecer o trabalho de criação que também acontece no interior do Estado”, finalizou Evandro.

“Evandro Moraes vê a paz como solução”

No último dia do 3º Festival da Música Coariense, foi divulgada a classificação final, ficando em segundo lugar o professor Josué Pereira com a música “Fim de Mês” de autoria do Evandro Moraes. Também ressaltamos a participação da senhora Santa Grimm que interpretou a música “Procurando Você” também com letra e música de Evandro Moraes.

Jornal do Comércio – 22/01/1986

Leia mais sobre a cultura coariense:

História e Contextualização da Catedral de Coari

Cleomara vence o Miss Amazonas 1992

Mura-Cão-Era – (Lenda Coariense)

Exposição de fotografias antigas mostram a história de uma Coari marcada pela riqueza de sua cultura e intelectualidade de seu povo

1 comentário em “3º Festival da Música Coariense — 1985”

  1. Quanto de cultura Coari já construiu no cenário regional!
    Um festival de música anterior ao de Itacoatiara e não se projetou, ou se apostou no crescimento do evento.
    Os festivais populares foram extintos, porém os artistas sempre permanecem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.