A Chegada dos Padres Redentoristas em Coari – 1943

Uma pequena narrativa sobre a história da chegada dos padres Redentoristas em Coari

Redentoristas em Coari
Padre João McComick

Até o ano de 1942 só aparecia padre em Coari em atividade religiosa por um ou dois dias e em condição especial de “Desobriga”. A viagem era feita solitariamente para visitar o seu rebanho e “desobrigá-los” em relação aos Sacramentos do Batismo, Eucaristia, Penitência, Crisma e Matrimônio sem todos os preparativos apropriados e sem continuidade.

Visita Pastoral - 1967
Dom Mário em visita pastoral – 1967

A Diocese do Amazonas enfrentava grandes dificuldades para evangelizar nosso estado, e o principal motivo era a falta de padres para atender sobretudo as paróquias das cidades do interior. Em razão disso, no dia primeiro de outubro de 1943, o Bispo do Amazonas, Dom João da Mata de Andrade e Amaral solicitou ao superior da Ordem Redentorista da província de Sant´ Louis (EUA), o envio missionários daquela localidade para evangelizar no Estado do Amazonas.

A solicitação foi aceita. E as primeiras paróquias em que começaram o seu trabalho de evangelização foram as de Coari e Codajás. Mais tarde se estendendo para Manacapuru, Anori e a vila de Anamã etc.

Os primeiros missionários a chegarem a Manaus, em 22 de julho de 1943, eram os Padres José Elworthy*, João McComick, André Joerger, José Maria Buhler, Jaime Martin e o Irmão Cornélio Ryan.

Ainda no ano de 1943, a comitiva dos recém-chegados padres norte-americanos viajou à Coari, e ao chegarem foram recebidos pela população no lago de Coari, próximo ao sobrado da Família Dantas com muita festa e curiosidade. Os sinos da igreja soavam dando boas-vindas e todos queriam receber as benções que eram distribuídas em inglês e as missas celebradas em latim, como era tradição naquela época.

Destacamos que, além da grande mudança no modo de viver do coariense com amparo espiritual, assistência social e de saúde, houve o início da mudança na arquitetura paisagista da cidade, com a construção coordenada pelo Irmão Cornélio Ryan e do Padre José Elworthy, da casa paroquial, um pequeno hospital e o seminário, que mais tarde se transformou na escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

* Em 04 de fevereiro de 1944, foi nomeado o primeiro Pároco da Paróquia de Coari. Em 13 de julho de 1963, foi criada a Prelazia de Coari (Codajás, Anori, Anamã, Beruri, Caapiranga, Manacapuru e Coari, que foi a sede) desmembrada da Diocese de Manaus.

Archipo Góes (Excerto do Livro nunca mais Coari)

1 comentário em “A Chegada dos Padres Redentoristas em Coari – 1943”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 − 4 =