Zeca-Dama – Erasmo Linhares

Zeca-Dama – Erasmo Linhares

Não, senhor, desarme essa cara de malícia. Não é nada do que o senhor está pensando. Sou macho e muito macho. Até hoje o cabra que duvidou disso, levou o troco certo na hora. Mais »

A Freguesia de Alvelos

A Freguesia de Alvelos

O assobio rasgou duas vezes a mata e veio se repetir bem perto de onde nós estávamos. Na cozinha, Maria José preparava um cozidão daqueles. “Caparari” salmourado com bastante verdura Mais »

 

Histórias de Boi-Bumbá – José Willace Cavalcante

Vês, chegou a hora de meu povo balançar
Já faz tempo,
E agora nunca é tarde pra sonhar
Canta galera azul e branco,
Solta forte essa emoção
Boi Garantido,
Muita paz no coração

Vais, Boi-Bumbá Garantido,
Com tuas cores invade este chão
Vens lá da Grécia, Já virou tradição
Conta tuas estórias nativas
E encantas esta multidão
Mostrando tuas raízes,
Tua história paixão

Rei Minos,
Abriu a porta, sorriu
No labirinto, Minotauro surgiu
E ás sete moças, sacrifícios e dor
E no Egito o boi se venerou,
E aqui chegou
Bumba-meu-boi, eu sou Garantido
Eu sou bonito, eu sou povão
Te segura contrário tua sorte está em
Minhas mãos (levante as mãos)
Levante a mão,
Eu sou Garantido,
Eu sou orgulho da região
Garantido, Garantido, eterno campeão
És campeão

Coari – 1993

História de Boi-Bumbá – José Wyllace Cavalcanti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *