Search
Close this search box.

Prece aos Coarienses

Coari

Archipo Góes

Senhor tende piedade de nós Coarienses
Porque ousamos iniciar uma caminhada
Sem antes perceber qual a Sua vontade
Mas senhor tende mais piedade daqueles
Que perseguem nossos irmãos e tiram o seu pão
Em nome de um futuro que não chegará para nós
Por que eles não conhecem sua palavra que diz:

“Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.” (Gênesis 3:19)

Senhor tende piedade de nós Coarienses,
Que mais uma vez estamos desorientados
E parecia que sabíamos o caminho
Mas estamos cada vez mais desafortunados
Mas Senhor tende mais piedade dos que
muitas vezes procuram uma vida mais fácil,
se iludem com orgias, drogas e prostituição
e depois ficam no vazio distante quando passam
pelas ruas em seus carros brancos,
e sofrem em silêncio a solidão do poder.

Senhor tende piedades de nós Coarienses que
voltamos a colocar em nossa cidade o mau
que vós mesmos já tínheis varrido.
Mas tem mais piedade daqueles que em
Sua ignorância deixaram de lutar em busca
De uma Coari melhor por causa de favores,
benefícios temporários e financeiros.
Por que eles não conhecem sua palavra que diz:

“As suas mãos fazem diligentemente o mal; assim demanda o príncipe, e o juiz julga pela recompensa, e o grande fala da corrupção da sua alma, e assim todos eles tecem o mal.” (Miquéias 7:3)

Senhor tende piedades dos que
Perseguem, ofendem, espancam e matam os
Menos favorecidos, humildes e indefesos.
Mas na sua infinita piedade, perdoa-nos, pois
Somos passivos e tolerantes com nossos carrascos,
Que mesmo com a espada em nossos pescoços,
Ainda assim não nos revoltamos contra eles.

Tende piedade Senhor de nós que buscamos
e ousamos lutar por uma cidade
melhor para nossos filhos.
Não vos esqueceis em vossa piedade
de todos nós que
Somos um povo santo e pecador.
Porque estamos no mundo,
Continuamos no mundo e precisamos de Ti.
Precisamos sempre de Tua palavra que diz:

“Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: Nada.” – Lucas 22:35

Coari, 2013

Está gostando ? Então compartilha:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Boto
Literatura
Archipo Góes

Entre águas e sonhos: uma tragédia anunciada – Botos

Entre Águas e Sonhos acompanha a jornada de um homem marcado por perdas em busca de redenção. Ele confronta seus demônios e os perigos da floresta, em meio à beleza e brutalidade da natureza. Encontros intrigantes e eventos misteriosos tecem um suspense envolvente, conduzindo a um desenrolar cheio de reviravoltas. Segredos da floresta, natureza humana e a busca por redenção se entrelaçam neste conto que te convida a desvendar o destino de um boto.

Leia mais »
A Escola
Crônicas
Archipo Góes

A Escola

Manuella Dantas narra nostalgicamente sua jornada na escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ela destaca a mudança de uniforme, a rotina diária, as atividades recreativas e a interação com professores e alunos. A escola, repleta de memórias felizes e fundamentais para sua formação acadêmica, é retratada como uma parte importante de sua vida.

Leia mais »
Praça São Sebastião
Literatura
Archipo Góes

A Praça São Sebastião

O texto descreve a Praça São Sebastião em Coari como um local impregnado de memórias e eventos significativos para a comunidade local. Desde arraiais a marchas cívicas, procissões, gincanas e festas de carnaval, a praça foi o cenário de diversas atividades que marcaram a cultura coariense. Além disso, a presença de edifícios importantes como a Catedral, escolas e órgãos públicos ressaltam a relevância histórica do local. As lembranças nostálgicas do autor sobre a praça e seus arredores durante a década de 1980, incluindo detalhes culinários e encontros sociais, destacam a importância afetiva e cultural desse espaço na vida da comunidade.

Leia mais »
Feira
Literatura
Archipo Góes

A Feira

Texto de memórias de Manuella Dantas sobre suas lembranças de infâncias acerca da feira do produtor rural de Coari.

Leia mais »
Deolindo Dantas
História
Archipo Góes

Deolindo Dantas – 1895

Narraremos a biografia de Deolindo Dantas, um importante líder político e comercial da cidade Coari. Foi o principal opositor político de Alexandre Montoril e um personagem lendário e polêmico na história de nossa cidade.

Leia mais »
Crônica
Literatura
Archipo Góes

Crônicas de Coari – Vol. 01

Nesta página, podemos ter acesso ao Flipbook Crônicas de Coari, que disserta sobre a cotidiano da cidade de Coari e sua história.

Leia mais »
Rolar para cima
Coari

Direiros Autorais

O conteúdo do site Cultura Coariense é aberto e pode ser reproduzido, desde que o autor “ex: Archipo Góes” seja citado.